Compartilhe
Ir em baixo
Admin
Mensagens : 2
Data de inscrição : 28/05/2018
Idade : 33
Ver perfil do usuáriohttp://ourvirtualclassroom.forumeiros.com

PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Seg Maio 28, 2018 4:24 pm
Last week we took part in an event about Capoeira. Now we're going to share our opinions about everything we learnt from it. It's important to say your name AND class so that I know who you are, ok? Since it's a FORUM, reading your peers' comments before writing your own is recommended.

So, Let's get it started, shall we? How did you like the event? What did you learn? How can you relate it to our classes about Cultural Diffusion and Cultural Appropriation?

xoxo,
Teacher Cam
Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Seg Maio 28, 2018 5:53 pm
Beatriz Pessanha Oliveira 2004-A
Eu gostei muito do evento, aprendemos muito sobre a capoeira, que é uma luta estreitamente relaciada com o fim a abolição da escravidão! No evento eu aprendi que a capoeira não define um biótipo para ser aprendida, você pode ser gordo ou magro, alto ou baixo, negro ou branco! A capoeira está totalmente ligada a apropriação cultural através da adoção de elementos da cultura africana, pelo fato de escravos africanos terem criado a capoeira! A capoeira é uma luta que traz uma história brasileira ligada a um povo de descendência africana! A musicalidade na capoeira também é algo muito importante, pois suas músicas traz a tona todo o sofrimento dos escravos, acompanhado do birimbau, a capoeira não é jogada sem esse estrumento!
Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Ter Maio 29, 2018 4:11 pm
Camila Castro -2008 A
Foi muito boa essa experiência e bastante enriquecedora, me ajudou muito a definir melhor todos os meus conceitos e conhecimento acerca da Capoeira e de todo legado que ela tem ,e aprendi que ela é um jogo , um jogo de perguntas e respostas, aonde as peguntas são as letras das canções e as respostas a reflexão que elas trazem para consciência , ouvindo aquelas canções me fez sentir um pouco do que os escravos passavam, e mesmo assim professavam sua cultura, sua capoeira , mesmo correndo riscos , sabendo que era crime, toda essa paixão deles me fez enxergar o quanto eram dedicados e fortes, o professor João trouxe uma situação na qual ele pensava, se por algum acaso ,o que impediria que um daqueles que estavam naqueles navios, não poderia ser do mesmo grau de parentesco que ele , e isso me fez pensar bastante acerca disso , logo , uma notícia de que me entristeceu bastante foi o fato de um outro país querer se apropriar culturalmente , da capoeira, e legalizar como próprio daquele país , entretanto de modo geral foi muito bom estar nesse evento .
Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Ter Maio 29, 2018 7:02 pm
Heloísa Abreu - 2008 B
O evento foi maravilhoso ! Foi muito bom aprender sobre esse esporte , que é tão nosso , porém pouco incentivado .
E essa falta de incentivo é reflexo da discriminação que ainda existe em nosso país.
Essa oficina me fez refletir bastante sobre as origens da Capoeira e todo o seu contexto Histórico . Aprender sobre como funciona o jogo e o que as músicas representam me proporcionaram uma nova visão sobre esse jogo ,uma visão muito positiva.
Em minha opinião , a prática da Capoeira no Brasil pode ser vista como uma apreciação, pois a Capoeira é nossa ! Nasceu aqui , como uma mistura de luta e dança, para disfarce de seu verdadeiro propósito e a religião dos escravos .
Penso que em outros países pode ser visto da mesma forma ,dependendo, porém, do seu procede. Como vimos nas últimas aulas sobre Difusão cultural , a prática de esportes e costumes de um país em outros países só passa a ser uma apropriação quando sua essência e identidade são perdidas ou não são levadas em conta .
Nunca , em qualquer circunstância, a prática da Capoeira e qualquer outro esporte ou Arte , devem ser praticados sem que se saiba todo o processo histórico e peso cultural que carregam .
Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/05/2018
Ver perfil do usuário

Fomos Libertos?

em Qua Maio 30, 2018 11:27 am
Leonardo F. Pina | 2001B
Antes de resenhar sobre a palestra, gostaria de contextualizar um pouco sobre a capoeira no Brasil.
Como sabemos no ano 1888 o Brasil, deu um grande salto abolindo a escravidão por meio da lei Áurea. Um dos grandes problemas que nunca foram tratados, foi a inserção dos negros na sociedade, uma forma de inserir a cultura negra no cenário popular, por conta disso, no início do século XX o Brasil já era um país juridicamente (em virtude de lei) sem escravidão, porém ainda tínhamos uma forte resistência da lei sobre as culturas afro-brasileiras, a capoeira entra nesse cenário, era uma luta identitária de muitos povos, que agora eram condenados pelo simples ato de serem quem elas realmente eram, não vou entrar nesse mérito, mas hoje vemos o resultado de tudo isso. Infelizmente só nos anos 30 que a capoeira foi descriminalizada, porém como quem praticava eram os negros pobres das palafitas, das periferias da época, a capoeira foi etiquetada como um esporte de criminosos, negros, pobres, seculares.
Ainda hoje temos esse problema, a falta da inserção dessas culturas em nosso cenário popular torna a capoeira hoje não mais julgada pela lei, mas pela sociedade.
Sobre a apropriação cultural, um assunto que achei bastante foi interessante, foi que um grupo gospel fez uma roda de capoeira, mas ao invés do rito tradicional, eles cantaram músicas gospel e não músicas que falem da cultura africana ou músicas exaltando a mitologia africana, isso é um caso interessante de apropriação cultural. nosso país perdeu anos em disputas eleitorais, políticas e perdemos a cada dia a oportunidade de salvar o que é nosso, a capoeira por exemplo não é valorizada aqui como é fora do Brasil, me espantei ao ver o nome de mestre da academia francesa de capoeira, um brasileiro ensinando capoeira aos franceses brancos (maioria). Infelizmente algumas culturas do Brasil só tem prestígio dos de fora, que conseguem enxergar o peso histórico e de superação dessas culturas, recentemente a ONU reconheceu a capoeira como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Acredito que um dia teremos superado esses problemas e então estaremos unidos, nós todos brasileiros e tornaremos o Brasil um grande nação novamente.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 31/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Qui Maio 31, 2018 3:14 pm
Kleber Moreira dos Santos-2001B
Devido a alguns conhecimentos próprios adquirido por mim durante a vida, não tive grandes conhecimentos novos neste evento, porém não quer dizer que não tenha aprendido nada.
Nesse evento pude aprender um pouco mais sobre esteriótipo, ou seja, pude perceber mais ainda o quão grande é o preconceito em nossa sociedade, o que me incomoda muito.
Durante a fala do professor, João Álvaro, pude observar o quanto a capoeira acrescentou na vida dele, o quão importe é a capoeira na vida dele, a própria história de vida dele está ligada a capoeira e isso demonstra mais ainda a importância da capoeira em nossa sociedade, em nossa cultura e na nossa história, pois a capoeira, mesmo que em nossa vida não tivemos um contato direto com ela, ela faz parte da nossa história pessoal, da história da NOSSA família, pois como vamos crítica, falar mal ou até subjugar a capoeira se ela faz parte de nós, de certa forma, seria como fazer uma crítica em frente a um espelho.
avatar
Mensagens : 1
Data de inscrição : 31/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Qui Maio 31, 2018 4:38 pm
João Victor Ribeiro Damaso 2005a

O evento foi muito legal, eu como admirador de artes marciais gostei muito de conhecer um pouco mais sobre a a capoeira, um estilo criado em nossas terras para ajudar na libertação dos nossos semelhantes subjugados e oprimidos, gostei de ouvir como ela é representativa não só para o professor, mas também para alguns alunos, que no momento participaram e mostraram o que sabiam na frente de todos quase que de forma natural e espontânea.
nunca tinha ouvido nenhuma letra das musicas relacionadas a capoeira(tirando a mais "clássica") então foi interessante conhece-las e pensar nos significados de suas letras, que contam um pouco da historia de seus criadores e como ela passa o sentimento dos mesmos.
FORA TEMER
Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/06/2018
Ver perfil do usuário

PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Sex Jun 01, 2018 2:44 pm
IFF - CAMPUS MACAÉ
Izza Alvarenga Pereira da Silva - 2005 B ELETRÔNICA

No dia 23/05 foi realizado um evento sobre a história da capoeira, em que não consegui comparecer devido a ter um exame no dia seguinte mas venho explicar diante das pesquisas que realizei sobre o tema que foi discutido.
A história da capoeira inicia-se no séc. XVI quando o Brasil era colônia de Portugal.
Os senhores de engenho traziam diversos escravos da Angola para serem utilizados como mão-de-obra escrava para a produção de açúcar no Nordeste.
Após a chegada no Brasil, os escravos procuravam formas para protegerem-se contra a violência e a repressão dos colonizadores, pois sofriam frequentemente práticas de violências e castigos dos senhores.
Na época, os escravos eram proibidos de praticar qualquer tipo de luta. Eles usavam todos os movimentos e ritmos das danças angolanas para adaptarem à luta que foi um instrumento importante para a resistência cultural e física dos escravos.
A capoeira era realizada nas senzalas (onde eram os dormitórios dos escravos). Os escravos praticavam em campos com pequenos arbustos que chamavam-se capoeira ou capoeirão. A partir daí que surgiu o nome da luta.
Em 1930, a capoeira ficou proibida devido a ser vista como uma prática violenta e subversiva, os policiais deveriam imediatamente prendê-los se vissem a prática da arte marcial. Entretanto, o capoeirista brasileiro o mestre Bimba, apresentou a luta para o presidente Getúlio Vargas que ficou admirado que aderiu como um esporte nacional brasileiro.
 Existem três estilos de capoeira, os que diferenciam são os movimentos e os ritmos musicais do acompanhamento:
- A capoeira Angola foi muito utilizada na época da escravidão, o ritmo é lento, os golpes são próximos ao solo e há muita malícia.
- A capoeira regional criado pelo mestre Bimba, mistura a malícia com o jogo de movimentos rápidos sem acrobacias ao som do berimbau.
- E a terceira capoeira mistura os dois estilos, que é muito utilizada atualmente.
Portanto, há uma difusão cultural muito grande onde a sociedade atualmente pode está conhecendo sobre cada história e a cultura de um país mas a partir do momento que toda história e a cultura de um país passa a ser despercebida ou desvalorizada passa a ser uma apropriação cultural.
Sendo assim, nenhuma história e cultura deva a ser esquecida, pois estará banalizando toda a sua evolução histórica.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 02/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Sab Jun 02, 2018 3:17 am
Keylla Silva 2008 B
O evento realizado no último mês no Instituto retratou um pouco da história e marcas deixadas pelos africanos, raptados e escravizados, em uma terra a qual nada conheciam. A capoeira, luta de origem africana, criada durante a época de escravidão no Brasil pelos negros como forma de treinamento para defesa em futuras revoltas ou fugas, hoje repercute pelo país e pelo mundo.
No século XXI, dois séculos após a abolição da escravidão, ainda existe grande preconceito com essa luta e cultura que nos foi deixada. Muitas vezes vista como uma dança ou luta de pobres, negros e marginais, ela continua ganhando seu lugar sem dar vez para os preconceituosos.
A capoeira tem uma importância enorme na vida de muitos, dando sentido a vida de umas pessoas, construindo amizades e famílias dentro das rodas e dando alegria a muitos que participam ou só assistem a uma arte que transmite a dor e as memórias de pessoas que sofreram a dor da escravidão, que passaram sua vida tendo apenas isso como fonte de felicidade, e é esse pensamento que emociona muitos.
Uma luta de origens negras, africanas, escravas; porém que abraça pessoas de quaisquer tom de pele, origem ou classe social, mostrando que o preconceito não faz nada se tornar forte ou expandir, apenas empobrece quem o comete.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 2:26 pm
Mateus pires 2004 A
O evento retratou sobre uma arte que faz parte da cultura e da historia do Brasil, que é a capoeira, onde o professor João Álvaro, retratou de vários fatos que eu não tinha ouvido falar como, que a capoeira em algumas senzalas tinha que ser praticada bem abaixado pois elas tinha tetos bem baixos e sua pratica só poderia ser feita ''meio agachada'', e também que ate apos a época da escravidão por muito tempo a pratica da capoeira era crime, entre outras coisas, mas o que me chamou mais atenção, foi a forma que o professor falou sobre o assunto e como representa muita na vida dele sem contar que em meio tanto racismo que tem foco os negros no Brasil, ter um espaço na nosso cultura de uma arte que se originou por eles e muito bom, apesar de não simpatizar muito pela capoeira por questões familiares, tenho muito respeito pela arte e por tudo que ela representa na nossa cultura.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 3:20 pm
Marcelo Amorim 2001-B

O evento foi muito instrutivo, embora eu já soubesse um pouco sobre capoeira, e através da fala dos professores pude ampliar ainda mais meus conhecimentos sobre o assunto. Algo que eu já tinha ideia de que acontecia e obtive confirmação nesse evento é o preconceito que a capoeira e os capoeiristas sofrem no Brasil, mesmo sendo reconhecida como arte marcial internacionalmente e muito admirada por outros países. É uma luta carregada de significado, desenvolvida por escravos para lutar contra quem os oprimia, eles fingiam dançar enquanto praticavam, e chegou a ser considerada crime. Apesar da grande importância histórica e cultural da capoeira, o preconceito ainda habita a mente de muitos. A capoeira é inteiramente brasileira, e não acredito que seja fruto de apropriação cultural ou difusão cultural, pois não foi a cultura de um povo passada para outro, mas o próprio povo africano foi trazido para cá, e uma vez aqui eles usaram o conhecimento e a engenhosidade que tinham para criar algo novo, específico para as condições em que viviam, e por isso não existiu em outros lugares do mundo. Atualmente a capoeira vem sendo apropriada por outros países que dão mais valor a ela do que a grande maioria dos brasileiros. Algo que eu acho interessante, é o fato de que na maioria dos jogos de luta, quando tem um lutador brasileiro, ele é capoeirista, o que mostra como ela tem visibilidade como uma arte marcial brasileira.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 5:51 pm
Igor Gadelha 2001-B

O evento foi uma verdadeira aula de história e cultura. É muito bom conhecer mais sobre a capoeira, sobre sua história e sua importância cultural. A capoeira é uma expressão cultural brasileira que compreende os componentes cultura, dança, arte marcial e música. Não creio que a capoeira seja resultado de uma apropriação ou difusão cultural, pois ela é de um povo ( africano ) que foi trago para o território brasileiro. Infelizmente, a capoeira sofreu e sofre muito preconceito, por ser de origem africana, sendo até por proibida, por lei , durante muitos anos no inicio da republica brasileira. A capoeira foi e é muito importante para muitas pessoas, principalmente afrodescendentes, pois é um a forma de criar laços de amizade e respeito entres os mestres e os alunos, o que faz muitos jovens se desviarem de caminhos ruins, como o das drogas. Muito interessante como as músicas dessa dança/luta trazem para o presente, a  vida daqueles que criaram a capoeira trazendo uma mensagem de luta e coragem.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 7:09 pm
O evento Presta Atenção na Letra, trazido pelo João Álvaro, professor de matemática e capoeirista, foi de tamanha importância para aprendermos e sanarmos dúvidas sobre uma expressão cultural tão resistente e tão brasileira como a capoeira.
Na quadra, então, o professor começou a relatar suas experiências e anos de amor pelo jogo de capoeira. Em seguida, o João começou a contar as histórias dos cantos, o peso que cada letra trazia, pois nela vinha toda a história de um povo escravizado e uma sociedade completamente enraizada por preconceitos.
Também foi dito que cada movimento é uma provocação para que o adversário responda. A amarração das cordas, as cores, apelidos são aspectos que compõem o jogo.
Quando brancos jogam capoeira, as pessoas veem como algo positivo e acabam valorizando mais do que quando os negros estão na roda, o que é grave.
Envolve vários tipos de preconceito e até intolerância religiosa, por ex.: uma roda de capoeira ser confundida com um movimento de religiões de matrizes africanas e isso é visto como algo ruim à sociedade.
Eventos como esse são muito importantes e abrem mais a nossa mente para aquilo que é nosso, da nossa cultura, do nosso povo e do nosso país.
Mensagens : 2
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

*postando pra um amigo*

em Dom Jun 03, 2018 9:28 pm
Ronald Delvalle dos Santos 2005-B
O evento foi muito interessante e proveitoso para o o aprendizado de todos, gostei muito pelo fato de usar um tema tão importante e muitas vezes esquecido, usando-o como pauta para o debate dos alunos em troca de pontos de vista e conhecimentos visando uma resenha de informações defendida por todos. Pude entender a partir de tal a importância e a história por trás das músicas e tradições da capoeira, o passado atrelado a cada ato dentro dela e a forma como ela representa um passado doloroso de um povo prejudicado a quem devemos toda a admiração e respeito. A partir dos pontos discutidos durante o evento é possível ver como durante todo o período de escravidão no Brasil a cultura de um povo foi difundida para cá em forma de ramificações como religiões e culturas, assim como infelizmente muitas coisas em maioria foram tomadas pelos ditos "colonizadores" e usadas nos dias atuais sem o menor respeito e entendimento da história por trás de tais atos etc...
O evento em geral foi muito útil para trazermos em pauta uma discussão tão importante e com tanto valor para muita gente. Foi "top".
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 9:39 pm
Júlia Porto - 2001B
O evento realizado na quarta feira, dia 23/05, teve como objetivo ampliar nossos conhecimentos e aprofundar um pouco sobre a bela e sofrida história da capoeira.
João Álvaro, professor de matemática, contou sobre sua experiência com a capoeira e o tanto de barreiras e preconceitos que o mesmo precisou quebrar para enfim usufruir dessa expressão cultural tão pouco valorizada por aqui, no seu país de origem.
Os relatos feitos pelo professor fizeram com que eu ficasse emocionada, coisas que não fazia ideia foram ditas e, sem sombra de dúvidas, foi muito enriquecedor. Quando cantamos, as letras fortes faziam menção aos tempos de escravidão, foi de uma energia e tanto. Os professores Lamarão e Marcus também fizeram participação e junto com João Álvaro acrescentaram mais conhecimento ao debate.
O ato de jogar capoeira é lindo, cheio de significados e que carrega um peso muito grande de todo um povo terrivelmente arrancado de suas origens para ser escravizado. Ela era considerada dança para mascarar o preparo para uma luta maior. As pessoas recebiam apelidos para não serem reconhecidas e presas.
Infelizmente, aqui no Brasil, ela não tem o seu devido reconhecimento. Ainda sim é vista com muito preconceito por grande parte da sociedade. Fiquei surpresa ao saber que no exterior ela é valorizada e que mestres brasileiros saem daqui para dar aulas por lá. Faz parte da difusão cultural, já que a essência da capoeira permanece, mesmo em outros países. O que me entristece é o fato de que o próprio povo brasileiro, muitas vezes, não consegue enxergar qualidades no que é feito por aqui.
Acho que eventos como esse engrandecem o ser e fazem com que a nossa visão de mundo seja ampliada.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

PRESTE ATENÇÃO NA LETRA

em Dom Jun 03, 2018 9:56 pm
Maria Eduarda Faisca Amaro 2008-B
Acho muito interessante que tenha eventos como esse para fazer a gente refletir um pouco sobre a visibilidade da nossa cultura brasileira e como quase ninguém da importância as coisas valiosas que temos em nossa cultura e já está sendo tirada de nós... Em pouco tempo a França poderá tirar isso de nós e a gente nem se quer sabia sobre... A falta de interesse é o que faz termos toda essa ignorância dentro de nós... Particularmente nunca tinha dado importante para essas coisas, mesmo sendo uma pessoa aberta a novas experiências e tals...achei incrível poder descobrir coisas que provavelmente nunca ia pesquisar sobre e acabou me prendendo de uma forma incrível... Despertou interesse que nunca havia tido...foi definivamente um ótimo evento e me emocionou bastante...grata pela oportunidade de poder abrir cada dia mais minha mente para outras experiências e culturas.
A capoeira é uma luta que com auxílio da música e cada parte que o João cantava eu estava arrepiada com o seu significado e referências passadas.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Dom Jun 03, 2018 10:07 pm
Joyce Lemos- 2005B Eletronica

Gostaria muito de ter participado do evendo realizado no Campus, mas infelizmente não pude comparecer devido um teste.
Quando eu era pequena , fiz capoeira , uma arte macial ao mesmo tempo dança no ritmo da musica. Acho interessante como uma arte , ou melhor cultura pode ser variada entre dança , luta , esporte e música. Sabe-se que  a capoeira foi inventada no período colonial pelos escravos como forma de resistência à repressão. Apesar disso ,ela foi proibida no Brasil até 1930, finalmente em 2014 foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco. Em relação à aula sobre diversidade e apropriaçao cultural posso dizer que na minha opiniao a pessoa que pratica capoeira não é apropriaçao cultural , uma vez que depende da sua intençao ao faze-lo : depende se a pessoa homenageia os africanos ou se faz de forma pejorativa, tudo depende da intençao do individuo. O Brasil é um país multicultural no sentido de abrigar diversas culturas apesar de muitos preconceitos, e eles (preconceitos) tem que acabar . Atraves da difusao cultural e consciencia humana este quadro de preconceito vai acabar.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Fabrício Lourran 2001B

em Dom Jun 03, 2018 11:20 pm

Na quarta-feira 23/05 ocorreu um evento no IFF Campus Macaé afim de conscientizar as pessoas a respeito dos preconceitos causados pela sociedade, no caso essa roda de interação entre alunos e professores foi voltada para a capoeira, uma luta criada por negros e que sofre tanto preconceito pela sociedade, sem sombra de dúvidas o que mais me impressionou foi ver tamanha pressão que a arte sofre por ter sido criada por negros e em sua maioria ser praticada por negros também, outra coisa mostrada no evento é que este problema não é de hoje nem de 10 anos atrás, esse problema é de muito tempo e está tão enraizada na sociedade que não nos damos conta disto, o evento foi de se admirar e abriu os olhos pra realidade que vivemos onde pessoas são escravizadas e inferiorizadas apenas por possuir maior quantidade de melanina.Eu como ex atleta de jiu-jitsu e judô fiquei impressionado com a forma que conseguiram ensinar a parte mais importante de um atleta (psicológico) me lembrei bastante dos meus treinos em que o sensei se preocupava mais em ensinar a parte mental e espiritual do que a parte física,pois a maior batalha que enfrentamos não é a física, mas a batalha mental.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 04/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Seg Jun 04, 2018 12:15 am
Sempre admirei bastante a luta capoeira e toda sua bagagem, história e como está presente na resistência negra. O evento foi muito interessante para mim pois abordou esse tema de forma diferente, onde saiu do padrão que eu estou acostumado sobre a capoeira no Brasil, de forma que explorasse mais o lado social dessa arte marcial, inclusive com o compartilhamento de diversas experiências do professor e locutor João Álvaro, e bons pontos discutidos pelos demais professores presentes.
Dentre as diversas curiosidades e fatos explanados pelo João, posso destacar algumas que me chamaram bastante atenção. Uma delas foi como uma canção, ou mais especificamente “ladainha” é tão importante. Através dela os é dado o ritmo da luta, e os conhecimentos e vestígios da história sofrida e abafadiça da capoeira em terras brasileiras. Além disso, os diversos tipos de lutas presentes nessa arte marcial estão ligados com as condições onde viviam os escravos na época colonial, como o jogo de Angola. Nele, os capoeiristas lutam mais abaixados e de forma mais devagar, vagarosa, com extrema precisão nos movimentos. Segundo o professor, há muitas chances de estar ligado às senzalas onde o teto era tão baixo que os escravos não podiam nem ficar em pé praticamente.
Além de todos esses tópicos interessantes também foi abordado a relação entre a arte e luta capoeira para com a apropriação cultural. Posso concluir então, embasado em tudo o que foi discutido também pelos demais professores que a luta está muito longe do fim, que ainda há muitos obstáculos para a reconquista digna de espaço de toda forma de manifestação africana no nosso país, que é mais África do que America. E que deve-se sim diminuir toda essa hipocrisia de acreditar valorizar a cultura do país, mas nem saber que a capoeira está quase se tornando francesa, sem despertar nenhum interesse em modificar essa realidade. Portanto, acredito que todos brasileiros deveriam ter essa oportunidade de presenciar um debate como aquele e acompanhar o ritmo das ladainhas da capoeira.
Álvaro Brandão 2005-B
Mensagens : 1
Data de inscrição : 05/06/2018
Ver perfil do usuário

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

em Ter Jun 05, 2018 11:02 pm
O  evento que ocorreu no instituto na semana passada foi importantíssimo para levar informação sobre parte da cultura africana aos estudantes. Eu, como amante dessa cultura e tudo que dela provem me senti agraciado em ver que os jovens tiveram a oportunidade de ter um contato com essa arte, já que muitos alunos não estão familiarizados com essa cultura. O que mais pre impressiona é ver que uma cultura genuinamente brasileira tem tantos problemas de aceitação dentro da sociedade, cheia de mitos e preconceitos simplesmente por conta de sua origem. Por mais que o essa cultura seja tão acessível atualmente, uma parcela significativa da sociedade se recusa em aceitá-la como parte da identidade cultural do nosso país.
     Eventos como esse tem de serem mais frequentes no instituto, pois esse formato de interação entre Alunos e professores torna a discussão mais dinâmica, facilitando a absorção de informação, e consequentemente, a aprendizagem.
                                                                           
                 Vitor Alencar Chagas Dos Santos. 2001-B
Conteúdo patrocinado

Re: PRESTA ATENÇÃO NA LETRA - Sharing our impressions

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum